Trata-se de um estudo que busca salientar as diferentes formas de organização do trabalho, como também sua ordenação mental. Notaremos que diferentes Sociedades Humanas produziram relações de transformação da natureza,isto é,  TRABALHO, a partir de interações específicas. Embora já saibamos que os humanos são dotados de capacidades mentais que os instituem como sujeitos criadores de espaços culturais, veremos nesta disciplina, como as práticas de trabalho se ordenam em sociedades de naturezas bastante diferenciadas. Assim em espaços sociais nos quais a tecnologia é pouco desenvolvida notaremos a importância da organização coletiva do trabalho humano,e em sociedades como a nossa, capitalista, observaremos que os humanos são subordinados as relações de produção.